Ana Paula Rodrigues Alves

Como a controladoria jurídica pode melhorar o relacionamento com o cliente

Uma das queixas mais comuns dos clientes nos escritórios de advocacia é a falta ou demora no repasse de informações sobre o processo. Com as inúmeras preocupações do dia-a-dia, pilha de processos para analisar, cumprimento de prazos, audiências e as demais atribuições técnicas do advogado muitas vezes essa preocupação fica em segundo plano.

Manter o cliente informado sobre os movimentos do processo é o melhor indicador de qualidade do seu escritório e uma boa tática de fidelização.

Quando o cliente percebe que o processo está sendo acompanhado de perto, recebe informações quando solicitado, cria-se um vínculo de confiança com advogado e a partir daí o escritório torna-se referência para ele que indicará seus serviços para outras pessoas.

O marketing por indicação, popularmente conhecido como boca-a-boca é uma das mais credíveis formas de publicidade e uma ferramenta eficiente para conquista de novos clientes e fortalecimento da reputação corporativa.

Estabelecer um bom relacionamento com o cliente proporciona uma série de benefícios, mas como suprir as necessidades de atenção com as várias atribuições do dia-a-dia do profissional?

A controladoria jurídica tem como umas das principais funções oferecer o suporte técnico-jurídico ao advogado, ou seja, a gestão operacional da produção. Todas as funções administrativas que demandam tempo ficarão a cargo deste setor que será responsável por gerir o software de gestão, extrair relatórios de análise de resultados, produção, controle de audiências e tantos outros possíveis.

Caberá ao controller jurídico, responsável pelo setor, emitir e enviar relatórios aos clientes dos andamentos processuais com periodicidade programada, solicitar documentos e providencias, informar sobre as notificações nos processos, traçar estratégias de acompanhamento dos processos entre outras atividades, a depender da política do escritório, área de atuação, tipos de clientes etc.

Com a controladoria jurídica estruturada o advogado poderá dedicar-se exclusivamente às atividades jurídicas propriamente ditas aumentando inclusive a produtividade do escritório. As informações dos clientes e andamentos processuais estarão sempre atualizadas no sistema obtendo assim melhor qualidade e mais agilidade na prestação de serviços.   

Ana Paula Rodrigues Alves
  • Ana Paula Rodrigues Alves Consultora
  • Consultora em gestão jurídica especializada e certificada nas áreas de Estratégia, Planejamento, Gestão de Pessoas e Gestão dos Serviços Jurídicos. Graduada em Direito no ano de 2008 pela Universidade...

Comentários

Você precisa estar logado para escrever um comentário.

Fazer login